Wednesday, 07 December, 2022

Cinco revisões na aposentadoria

Saiba como pedir revisões que podem aumentar valor de seu benefício do INSS

Há situações em que o segurado da Previdência Social fique insatisfeito com seus rendimentos como aposentado ou pensionistas. Sendo assim ele tem a opção de acionar o INSS e pedir revisão destes valores.

Selecionamos cinco revisões e suas características.

Cinco revisões na sua aposentadoria

Revisão da Vida Toda

Também chamada de revisão da vida inteira, é destinada aos segurados que pediram aposentadoria após 1999, Até aquela data só eram incluídos os pagamentos após 1994.

Logo, os trabalhadores que se aposentaram após 1999 e tiveram as maiores contribuições antes de julho de 1994 podem se beneficiar. Mas é bom consultar um advogado e fazer os cálculos corretos.

Leia sobre a Revisão da Vida Toda

Revisão do Teto Previdenciário

Os benefícios concedidos pelo INSS têm um valor mínimo e máximo.

Em 1998 quanto em 2003 houve alterações referentes ao valor do teto do INSS, mas o Instituto não repassou a todos os segurados, assim, pode se beneficiar dessa revisão quem se aposentou nos seguintes períodos:

  • Quem se aposentou entre 1994 a 2003;
  • Quem se aposentou entre 1988 a 1991;
  • Quem se aposentou entre 1982 a 1988.

Além da alteração do valor mensal do benefício, você receberá os valores atrasados com correção.

Leia: Indenização por atrasar pagamento

Revisão da melhor data de início do benefício (DIB)

A revisão da melhor data de início do benefício, mais conhecida como DIB é a possibilidade de realizar um novo cálculo da renda mensal inicial. Para essa situação deverão ser feitos cálculos da renda mensal inicial do benefício, bem como, considerar as regras e o período que seja mais vantajoso ao trabalhador.

Essa situação ocorre com maior frequência quando o segurado se aposenta, mas acaba permanecendo no seu trabalho.

Revisão por erro de cálculo do INSS

Entre os erros mais encontrados temos:

  • não inclusão dos períodos em trabalho especial;
  • aplicar de maneira incorreta a fórmula 85/95, em que a soma da idade e do tempo de contribuição deve chegar a 85 pontos para mulher, e de 95 para homens;
  • incluir salários de contribuição menores que os valores corretos.

Nesse caso, o prazo máximo para solicitar essa revisão é de 10 anos após o recebimento da primeira parcela da aposentadoria.

Revisão por pagamento de contribuições em atraso

Às vezes, o trabalhador autônomo ou empresário deixa de contribuir por determinado período de tempo para o INSS ou simplesmente atrasa o pagamento. Dessa forma, mesmo após a aposentadoria, eles ainda podem pagar as dívidas, assim o segurado terá então o direito de revisar os benefícios com base nos requisitos de atraso de pagamento.

(* Com informações do ‘Jornal Contábil’ – Leia mais aqui )



Veja também na RIAAM-Minas

0 comments on “Cinco revisões na aposentadoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *