Monday, 18 October, 2021

Riaam-Minas

Quando será a terceira dose contra a Covid

A terceira dose começará a ser aplicada, nacionalmente, na segunda quinzena de setembro em idosos acima de 70 anos e pacientes imunossuprimidos, de forma escalonada. Isso significa que esses públicos devem ser selecionados por grupos etários, por exemplo, aqueles com mais de 90 anos.

No entanto, algumas capitais do país, como São Luís, já iniciaram esse processo. No estado de Minas Gerais, a terceira dose será aplicada a partir de setembro com prioridade para os idosos acima de 80 anos e pessoas com baixa imunidade.

Leia: Covid e a doença ocupacional

De acordo com o Ministério da Saúde, a dose de reforço valerá para qualquer pessoa independente da vacina contra a COVID-19 que recebeu inicialmente. Por outro lado, a recomendação é de que o reforço deve ser “realizado, preferencialmente, com uma dose da Pfizer/BioNTech. Na falta desse imunizante, a alternativa deverá ser feita com as vacinas de vetor viral, Janssen ou Astazeneca”.

Além disso, a dose de reforço para imunossuprimidos é orientada, a princípio, para pessoas que tomaram a segunda dose (ou dose única) há pelo menos 28 dias. Já para idosos, acima de 70 anos, é preciso ter concluído o esquema vacinal há pelo menos 6 meses.

Qual é a eficácia de uma dose de reforço?


Ainda não é possível afirmar quanta proteção uma dose de reforço pode fornecer, em termos de prevenção de casos da COVID-19, desde infecções até formas graves da doença ou morte. Nos testes em andamento, o que se observou foi um aumento significativo nos níveis de anticorpos após a terceira dose. Atualmente, os estudos necessários para responder a esta pergunta estão em andamento. I

(* Com informações do Canal Tech – Leia mais aqui )



Veja também na RIAAM-Minas

One comment on “Quando será a terceira dose contra a Covid

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *