Como enfrentar o novo pente-fino do INSS

Como enfrentar o novo pente-fino do INSS

como_enfrentar_novo_pente_fino_do_INSS
Fila de atendimento do INSS

Pelo menos 1 milhão e 770 mil de beneficiários de algum pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão recebendo correspondência avisando de uma reavaliação. É o chamado pente-fino do INSS. Veja como enfrentar

E atenção: as pessoas têm até 60 dias para enviar a documentação solicitada. Você pode enviar pelo Meu INSS.

Desta forma, quem não apresentar os documentos pode perder o benefício.

Mas, se o pagamento for suspenso você pode apresentar um recurso para comprovar seus direitos. Na dúvida, consulte um advogado.


Pente-fino suspenso na pandemia – Leia aqui


Quem já passou pelo pente-fino anterior – no governo Michel Temer – não está livre de ser chamado novamente. Isso, se sua última perícia tenha sido realizada há mais de seis meses.

Assim, para evitar o novo pente-fino do INSS, quem trocou de endereço deve atualizar o cadastro no INSS. Vale informar telefone e email para contato.

Casos que não caem no pente-fino

  • Aposentados por invalidez e pensionistas inválidos que não tenham retornado à atividade com mais de 60 anos de idade;
  • Aposentados por invalidez e pensionistas inválidos que não tenham retornado à atividade com mais de 55 anos de idade e que recebem o benefício há pelo menos 15 anos;
  • Portadores de vírus HIV (Aids);
  • E, por fim, Os que recebem benefícios há mais de 10 anos, salvo se houver algum indício de fraude em seu recebimento.

(* Com informações do Metrópoles – Leia aqui e aqui


Leia também na RIAAM-Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *